EDP inicia operação parcial de linha de transmissão e de subestação em Santa Catarina

EDP inicia operação parcial de linha de transmissão e de subestação em Santa Catarina

A EDP, empresa que atua em todos os segmentos do setor elétrico brasileiro, concluiu as etapas necessárias para a energização e integração ao Sistema Interligado Nacional (SIN) de parte do Lote Q de linhas de transmissão de energia. Localizado no estado de Santa Catarina, o trecho entregue liga as cidades de Tubarão e Siderópolis e inclui a subestação Tubarão Sul, composta por três transformadores com capacidade total de 450MVA.

A obra tem um investimento total de R$407 milhões e gera aproximadamente 500 empregos diretos nos dois estados. O Lote Q é formado por 142 quilômetros de linhas de transmissão e duas subestações que interligam os estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, percorrendo 12 municípios catarinenses e 10 cidades gaúchas, entre Tubarão (SC) e Torres (RS). O segundo trecho do empreendimento, entre Santa Catarina e Rio Grande do Sul, segue em ritmo acelerado de obras.

“Mais uma vez, a EDP se diferencia pela excelência na execução de suas obras, razão pela qual o segmento de Transmissão segue sendo uma das prioridades da estratégia da Companhia para os próximos anos. Pretendemos adquirir novos contratos no mercado primário, via leilões, e, também, no secundário. Mas nosso interesse será sempre por lotes ainda não construídos, aos quais poderemos agregar nossa expertise em gestão de grandes projetos de infraestrutura e implementar o conceito de rotação de ativos,” afirma João Marques da Cruz, CEO da EDP no Brasil.

“Para a EDP é motivo de orgulho concluir mais uma etapa importante deste empreendimento, que, além de gerar empregos, reforça a infra-estrutura do Sul de Santa Catarina, aumentando sua competitividade e potencializando ainda mais o desenvolvimento econômico da região”, afirma Luiz Otavio Henriques, vice-presidente de Geração, Transmissão e Trading da EDP no Brasil.

Investimentos em Transmissão

A EDP já investiu R$3,3 bilhões em obras e projetos de Transmissão, representando 80% de execução do CAPEX total. Serão R$4,1 bilhões até o fim de 2021 para a construção de mais de 1,5 mil quilômetros de linhas e de seis subestações nos estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Maranhão e Espírito Santo. Além do Lote Q, a EDP é a principal responsável pela construção do lote 21 de linhas de transmissão, também em Santa Catarina. O empreendimento inclui a instalação de 433 quilômetros de linhas entre os municípios catarinenses de Biguaçu e Campos Novos. A empresa também é a principal acionista não controladora da Celesc.

Leia também EDP Smart e Porsche criam parceria e ampliam a experiência de clientes de eletropostos no Brasil

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Notícias Relacionadas

Faça uma pesquisa​​

Últimas notícias