Projeto de mobilidade elétrica da Alsol é premiado em Londres

Projeto de mobilidade elétrica da Alsol é premiado em Londres

A Alsol Energias Renováveis, unidade de energia 4.0 do Grupo Energisa, foi a única empresa brasileira a vencer em duas categorias a 14ª edição o Rushlight Awards, premiação britânica que reconhece iniciativas inovadoras que utilizam novas tecnologias e geram impactos reais no mercado. Os resultados foram anunciados em Londres, no dia 28 de janeiro de 2021.

A empresa conquistou as categorias “Rushlight Clean Energy Award”, dedicada a projetos relacionados a energias limpas e renováveis, e na “Rushlight Powered Transport Award”, com foco em transporte, com o projeto MoovAlsol, primeiro projeto de mobilidade elétrica do Brasil em que os veículos são totalmente abastecidos por energia solar.

“O Rushlihgt Awards reconheceu o pioneirismo e o potencial do MoovAlsol, projeto que está alinhado com a estratégia do Grupo Energisa de firmar-se como uma empresa completa de energia. Nesse sentido, a Alsol se destaca no ecossistema da energia 4.0, que tem a descarbonização com um desses pilares. É um prêmio para o Grupo Energisa, maior empresa privada de capital nacional do setor elétrico, e também para o País no que se refere à inovação do setor de energia”, afirma Geraldo Mota, presidente da Alsol e vice-presidente de Geração, Transmissão e Serviços da Energisa. O executivo explica que o conceito de energia 4.0 integra a mobilidade elétrica com geração distribuída por fontes renováveis, eficiência energética e internet das coisas (IoT).

MoovAlsol receberá R$30 milhões em investimentos

A iniciativa premiada já implementou quatro pontos de recarga de veículos em usinas solares fotovoltaicas da Alsol no estado de Minas Gerais – três em Uberlândia e uma em Iraí de Minas – e faz parte de um projeto de Pesquisa & Desenvolvimento (P&D) do Grupo Energisa, executado pela Alsol em parceria com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e fomentado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Nos próximos três anos, há previsão de que R$30 milhões sejam investidos no MoovAlsol.

A empresa prevê que em abril comece a operar um eletroposto móvel em Uberlândia (MG). Trata-se de um caminhão equipado com uma bateria capaz de armazenar 200kWh de energia que circulará entre os pontos da cidade em que houver maior demanda de veículos elétricos. Ele também será abastecido nas fazendas solares da Alsol, garantindo a origem da energia limpa.

Investimentos em energia limpa

Em 2020, a Alsol inaugurou seis fazendas solares no estado, somando um investimento de R$100 milhões. Juntas, as seis plantas possuem capacidade de geração de aproximadamente 26MWp (megawtt pico) e evitarão a emissão de aproximadamente 2.930 mil toneladas de CO2 por ano, o equivalente ao plantio de mais de 11.730 árvores anualmente.

Para 2021, a empresa já anunciou um investimento de R$173 milhões e a construção de mais 15 plantas em Minas e no Rio de Janeiro com capacidade somada de 46MWp. Ao todo, a Alsol deve somar 73MWp instalados até o fim do ano, energia suficiente para abastecer 70 mil residências.

A energia gerada por essas plantas é consumida, principalmente, por micro, pequenas e médias empresas de segmentos como comércio e serviços. Neste modelo da Alsol, que realiza todos os investimentos e comercializa as cotas de energia solar, e as MPMEs podem ter descontos de aproximadamente 20% na fatura de energia. Atualmente, a empresa atende a 751 clientes empresariais, sendo 1.071 unidades consumidoras.

Clientes residenciais também podem ter acesso a essa energia limpa graças à parceria que a Alsol firmou com o Inter. Por meio do Super App do Inter, os correntistas da plataforma que residam em Minas Gerais podem contratar o serviço de forma 100% digital. Neste modelo, a quantidade de energia solar fornecida é abatida do total consumido, o que proporciona a redução no valor total da conta. 

O Rushlight Awards é realizado anualmente pela Eventure Media. Seu corpo de jurados é composto pelas organizações independentes: BEIS, Low Carbon Vehicle Partnership, UKERC, Carbon Trust, Innovate UK, STFC, The Knowledge Transfer Network, WWF, and UK Climate Investments.

Leia também Empresa mineira entra na corrida da infraestrutura para eletromobilidade

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Notícias Relacionadas

Faça uma pesquisa​​

Últimas notícias