Portal Solar investe R$ 30 milhões em modelo de franquia para ampliar acesso à energia solar

Portal Solar investe R$ 30 milhões em modelo de franquia para ampliar acesso à energia solar

O Portal Solar, primeiro e maior portal de energia solar do Brasil, acaba de anunciar um investimento de R$ 30 milhões na estruturação de um modelo de franquia de baixo custo para empreendedores que desejam atuar na comercialização e instalação de geradores de energia solar fotovoltaica em residências, comércios e pequenas indústrias no país. 

Em apenas três meses, mais de 50 empresários estão sendo treinados para atuar no mercado com a marca Portal Solar. Alguns já estão em operação. Há iniciativas nas quatro regiões do país: Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste. Tanto em grandes capitais como São Paulo e Fortaleza, quanto em cidades menores como Nova Andradina (MS), Erechim e Bagé (RS).

Em pesquisa recente realizada com mais de 1,5 mil empresas do setor, o Portal Solar constatou que 41,2% das companhias trabalham com energia solar fotovoltaica há menos de um ano, 27,1% de um a dois anos, 19,5% de dois a três anos, e apenas 12,3% atuam há mais de quatro anos no setor.

Outro dado é que apenas 6% ultrapassaram a marca de 50 sistemas instalados. Para completar 57,9% instalaram de 10 a 50 sistemas e 36,4% não chegaram a três instalações.

O investimento inicial é de R$ 25 mil. O valor inclui a taxa de franquia, treinamento, enxoval – EPIs, uniformes, um drone e material de marketing. Embora alguns franqueados optem pelo modelo de loja, a maioria é home-based, Isso evita despesas com aluguel de espaço e outros custos de ter um ponto de venda físico. Adicionalmente, é recomendável que o franqueado tenha um capital de giro entre R$ 15 mil a R$ 20 mil para dessa forma iniciar a operação com solidez financeira.

De acordo com o estudo de franquia do Portal Solar, a média de retorno do investimento é de sete meses. E o prazo que está diretamente relacionado com o capital de giro de cada empresário.

“O nosso modelo de franquia foi desenvolvido e testado pela marca Portal Solar para ser uma opção acertada de investimento sustentável e competitivo. Ela é alinhada com a regulação vigente no país e comprometida portanto com as atuais práticas corporativas de ESG. É uma solução desenvolvida para permitir que empreendedores entrem no mercado de energia fotovoltaica de forma estruturada. E com todo o suporte técnico necessário”, comenta Rodolfo Meyer, CEO do Portal Solar.

Com inscrições abertas em maio deste ano, o Portal Solar registra cerca de 600 pedidos de adesão por mês. O perfil vai desde empreendedores, empresários, profissionais liberais até pessoas em busca de uma oportunidade de investimento. Dessa forma, a expectativa é finalizar o ano com 100 franquias em operação. Para 2022, a meta do Portal Solar é expandir para 500, sem abrir mão entretanto da qualidade da entrega.

Como funciona

A adesão se inicia com preenchimento de um formulário no Portal Solar. A partir disso, começa então o processo interno de triagem e reuniões com o candidato. Do começo ao fim, ele demora por volta de 30 dias.

O objetivo é selecionar o candidato com perfil alinhado ao propósito do Portal Solar:  empresários dispostos a ajudar na democratização da energia solar no Brasil, prestando serviço da mais alta qualidade para o cliente. 

“O franqueado do Portal Solar tem assim todo o suporte de engenharia, marketing, comercial, financeiro, jurídico e fornecimento dos equipamentos (módulos, inversores, cabos, estruturas de fixação). Ele conta também com Centro de Treinamento em São Paulo, capital. Além de uma plataforma de gestão de vendas (CRM), consultores internos para dar suporte e um aplicativo de visita técnica que coleta informações necessárias na casa ou no estabelecimento do cliente”, conta Felipe Sapucahy, Diretor da área de franquias do Portal Solar.   

O Portal Solar coordena assim todo o sistema logístico da entrega dos equipamentos. Há uma equipe dedicada a acompanhar cada instalação dos franqueados, além de auxiliar no treinamento dos profissionais que realizam essas instalações e suporte pós-venda.

Crescimento das empresas de energia solar

O setor de energia solar vive portanto um crescimento exponencial no Brasil. São cerca de 450 novas empresas por mês no país, segundo mapeamento do Portal Solar. A perspectiva é chegar assim no fim do ano com aproximadamente 5,4 mil companhias entrantes no mercado fotovoltaico nacional, que vai corresponder a um crescimento de 27% no volume atual de organizações no segmento.

Leia mais noticias sobre o setor de energia solar

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Notícias Relacionadas

Faça uma pesquisa​​

Últimas notícias