Eneva declara comercialidade de campo de gás com grande potencial na Bacia do Parnaíba

Eneva declara comercialidade de campo de gás com grande potencial na Bacia do Parnaíba

A Eneva, companhia integrada de geração de energia e produção e exploração de gás natural, anunciou, na sexta-feira, dia 26 de fevereiro, a Declaração de Comercialidade da acumulação Fortuna, uma nova descoberta de grande potencial realizada no Bloco PN-T-102A, na Bacia do Parnaíba, no Maranhão.

O volume médio inicialmente estimado é de 6,78 bilhões de metros cúbicos de gás natural. Trata-se do décimo campo a ser declarado comercial pela Eneva na Bacia do Parnaíba. 

O diretor de Operações da Eneva, Lino Cançado, ressaltou a importância da descoberta em razão do elevado volume de gás, a velocidade com que foi declarada a comercialidade e o fato da acumulação estar presente em uma única estrutura geológica – o que reduz a necessidade de perfuração de um número maior de poços e diminui o custo de desenvolvimento. 

“Esta é uma descoberta extremamente importante e com potencial de ser o segundo maior campo da Bacia do Parnaíba, desde o início das atividades em 2009. Em pouco mais de um ano, com a aquisição da área na Oferta Permanente em 2019, iniciamos a Avaliação da Descoberta e agora declaramos a Comercialidade, o que ressalta a capacidade técnica do time Eneva”, destacou o diretor de Operações da Eneva.

De acordo com Cançado, “uma descoberta desta qualidade na Formação Cabeças abre novas e boas perspectivas para os sete outros blocos da Eneva na porção centro-sul da mesma Bacia”.

A Eneva já informou a comercialidade à ANP e solicitou à agência o aval para batizar a acumulação de gás como Campo de Gavião Belo. A companhia tem até 180 dias para apresentar o Plano de Desenvolvimento do campo para a agência.

Esta descoberta reforça a posição da Eneva como maior operadora privada de gás natural do Brasil. 

Leia também Eneva registra aumento expressivo de reservas de gás em 2020

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Notícias Relacionadas

Faça uma pesquisa​​

Últimas notícias