Usina Hidrelétrica São Simão é modernizada com novos equipamentos de Teleproteção

Usina Hidrelétrica São Simão recebe novos equipamentos de Teleproteção

A multinacional Siemens concluiu um projeto de modernização de equipamentos de Teleproteção na Usina Hidrelétrica São Simão, operada pela SPIC Brasil, subsidiária brasileira da State Power Investment Corporation of China (SPIC).

A companhia conseguiu realizar a troca dos equipamentos sem interromper a operação essencial da usina, que conta com seis máquinas que são responsáveis pela geração de 1.8GW de energia. Situada no Rio Paranaíba, na divisa entre os estados de Goiás e Minas Gerais, a Usina tem capacidade para fornecer energia para seis milhões de residências. 

Sem margens para erros ou falhas, a Siemens conseguiu trocar todos os Equipamentos de Teleproteção antigos da Usina, que tinham cerca de 20 anos de uso, para equipamentos mais modernos sem qualquer impacto no funcionamento essencial da hidrelétrica.

Com trabalhos realizados durante a madrugada para aproveitar a baixa carga no sistema, a companhia conseguiu realizar toda a troca de equipamentos, colocar o cabeamento e fazer toda a configuração sem qualquer interrupção na operação. 

“Foi um trabalho extremamente complicado, pois tivemos que desenvolver toda a documentação da modernização baseada em documentos antigos e fotografias dos equipamentos. Tivemos que mitigar os riscos para mexer nos equipamentos existentes, que eram antigos e não tinham como ser repostos”, comenta Rafael Gomes, engenheiro de Soluções da Siemens. “Ao final, tivemos um projeto de muito sucesso e que deixou o cliente bem satisfeito”, completa. 

Segundo Roberto Bravo, gerente de Modernização da SPIC Brasil, a modernização dos equipamentos de Teleproteção garante mais segurança na Usina Hidrelétrica São Simão. “Desde que assumimos o empreendimento, passamos a executar o plano de modernização da UHE São Simão, investindo em tecnologia e novos equipamentos, como os instalados pela Siemens. A conclusão de mais esta etapa, ligada à modernização de componentes auxiliares, oferece ainda mais segurança para à operação da planta”.

No projeto, a Siemens forneceu equipamentos Transceptores de teleproteção da linha SWT3000 SIEMENS com interfaces ópticas integradas que otimizaram toda a comunicação / operação entre a Usina e a Subestação Elétrica de São Simão. A nova solução instalada unificou a Teleproteção e a comunicação do sistema que antes era feito por dois equipamentos. 

Desde 2018, a concessão da Usina Hidrelétrica São Simão passou para a companhia chinesa SPIC após aquisição em leilão de usinas da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig).

Leia outras notícias sobre o setor de geração de energia hidrelétrica

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Notícias Relacionadas

Faça uma pesquisa​​

Últimas notícias