Operação da Usina Hidréletrica Itapebi ganha reforço em segurança realizado pela Neoenergia

Operação da Usina Hidréletrica Itapebi ganha reforço em segurança realizado pela Neoenergia

A Neoenergia avançou na inovação e segurança da operação dos seus ativos. Dessa vez, a novidade chega à Usina Hidrelétrica (UHE) Itapebi, localizada no rio Jequitinhonha, na divisa dos estados da Bahia e de Minas Gerais, onde foram instalados equipamentos como radares e analíticos inteligentes.

O principal objetivo é proporcionar melhorias na segurança corporativa da usina, repercutindo em benefícios na operação da hidrelétrica e para a comunidade do entorno.

O investimento compreende à instalação de um radar posicionado no vertedouro da usina – local onde é realizada a vazão da água excedente. O equipamento monitora tudo em um raio de 1km, o que permite detectar situações que possam comprometer a segurança da operação e também da população.

O equipamento permite observar, por exemplo, a movimentação de embarcações em relação à usina e atividades que estejam sendo realizadas na água. Dessa forma, podem ser evitados acidentes na comunidade que vive na região e, ao mesmo tempo, proteger o funcionamento do empreendimento.

“Mitigar os riscos ligados a segurança corporativa em usinas hidrelétricas é um grande desafio, principalmente quando consideramos sua ampla extensão territorial, os ambientes de difícil acesso e a alta complexidade para passagem de infraestrutura em determinadas áreas da usina”, afirma o supervisor de Segurança Corporativa da Neoenergia, Jorge Machado Gouveia.

O radar é integrado a uma câmera, o que permite o monitoramento contínuo na usina, além da integração com a Central de Segurança Unificada de Segurança Corporativa (NSC – Neoenergia Security Center). O espaço, que está sendo implementado em Salvador (BA), já oferece cobertura operacional para Itapebi e será inaugurado ainda em 2021. No caso de intercorrências, a Central faz todo o acompanhamento e age para devidas intervenções, quando necessário.

“A tecnologia possui analíticos inteligentes que permitem a captação de eventos, geração de relatórios, configuração de alarmes e zoom de imagens. Tudo integrado à plataforma de gestão de segurança corporativa, que centraliza o controle de acesso com videomonitoramento e megafonia. Nesse caso, quando uma pessoa ultrapassa a área de segurança da usina, é possível dar um comando de voz de forma remota por meio do uso de megafones, o que gera uma pronta resposta e ganho de tempo de ação”, afirma o diretor de Segurança Corporativa da Neoenergia, Manuel Martinez Rodrigues.

A instalação do radar com o sistema integrado na Usina Hidrelétrica Itapebi também representa um benefício ambiental, pois, até então, o monitoramento requeria a instalação de grandes infraestruturas que precisavam ser construídas em meio a vegetação, com postes, tubulações e fios. “Com o radar, tudo isso foi eliminado, além de contarmos com um sistema de gestão centralizada, o que reforça a qualidade da operação e da segurança”, conclui Rodriguez.

Leia também Neoenergia protege 20 mil hectares de floresta amazônica em programas da UHE Teles Pires

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Notícias Relacionadas

Faça uma pesquisa​​

Últimas notícias