ENEL e Governo de São Paulo instalam iluminação inteligente na Ciclovia Novo Rio Pinheiros

ENEL e Governo de São Paulo instalam iluminação inteligente na Ciclovia Novo Rio Pinheiros

A Enel Distribuição São Paulo, a Enel X e o Governo do Estado de São Paulo entregaram, no dia 07/05, a instalação do primeiro sistema de iluminação da Ciclovia Novo Rio Pinheiros. Foram colocados 130 pontos de iluminação inteligente no trecho da região da Vila Olímpia. A iniciativa faz parte de um plano mais amplo da Enel Brasil e do Governo de São Paulo para transformar o local na primeira ciclovia inteligente do País por meio de tecnologias inovadoras.

“São Paulo já é a capital do Brasil e da América Latina em termos de uso de bicicletas e também de ciclovias. E uma belíssima ciclovia de 13 quilômetros, dos quais os primeiros quilômetros, hoje, com a iluminação da Enel”, disse João Dória, governador de São Paulo.

“Nós avançamos em tecnologia e inovação e a Enel tem essa capacidade de andar sempre à frente. Estamos muito felizes com essa parceria que começou na Prefeitura de São Paulo e se desenvolve em diversas áreas da região metropolitana, principalmente na capital, além de ações solidárias, já que a Enel é uma grande parceira”, completou o governador.

“Essa iniciativa integra o projeto Urban Futurability, que consiste em transformar a Vila Olímpia em um bairro digital e sustentável, no qual investimos mais de R$125 milhões por meio de recurso de Pesquisa e Desenvolvimento da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A iluminação da ciclovia reforça o compromisso do grupo Enel em trazer para a cidade de São Paulo o que há de mais inovador no setor elétrico global, oferecendo novos produtos e um serviço de melhor qualidade para os seus consumidores”, afirmou o presidente da Enel Distribuição São Paulo, Max Xavier.

Após essa primeira fase, a Enel Distribuição São Paulo, a Enel X e o Governo de São Paulo pretendem estender esse sistema para mais 13 quilômetros da ciclovia. A Enel X, empresa de soluções energéticas da Enel Brasil, estuda implantar uma série de tecnologias de última geração no local, como Wi-Fi público, sensores e câmeras.

Para o secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido, a participação da iniciativa privada no eixo de revitalização do programa Novo Rio Pinheiros implica em diversos benefícios à população. “Sem onerar o Estado, nós estamos implementando novas áreas de lazer e esportes ao longo das margens do Pinheiros para que as pessoas ocupem estes espaços e tenham uma nova relação com este rio tão importante para a cidade de São Paulo. A nova iluminação aumentará a segurança dos frequentadores”.

“A ciclovia é um espaço importante na cidade para quem gosta de pedalar por lazer, por esporte ou para se locomover. As melhorias feitas no último ano já ajudaram a criar novos hábitos, atraindo 70 mil ciclistas por mês. Agora com o projeto de iluminação acreditamos que mais gente poderá usufruir da Ciclovia Novo Rio Pinheiros”, declarou o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy.

Parcerias com o Governo de São Paulo

O projeto da ciclovia inteligente da marginal do Rio Pinheiros é mais uma das iniciativas desenvolvidas em conjunto entre a Enel Distribuição São Paulo e o Governo de São Paulo. Um outro projeto na área de Sustentabilidade é o investimento na instalação de 40 árvores solares em praças e espaços públicos.

Trata-se de um equipamento com design semelhante a uma planta natural e que, por meio de filmes fotovoltaicos em suas “folhas”, capturam a energia solar e a convertem em eletricidade, podendo servir como fonte de iluminação e energia para carregamento via USB para celulares e tablets.

Outro destaque é a participação da concessionária no Programa Nascentes, que tem como objetivo a restauração ecológica em áreas prioritárias no Estado de São Paulo para a proteção e conservação de recursos hídricos e da biodiversidade.

Neste contexto está inserido o projeto Anhembi I, localizado na Estação Ecológica Estadual de Barreiro Rico, município de Anhembi, e que abriga diversos mamíferos e aves da fauna silvestre. Atualmente, a Enel Distribuição São Paulo desenvolve 18 projetos no âmbito do programa, correspondendo a cerca de 61 hectares em restauração, o que equivale a 101.687 mudas ou a 61 campos de futebol.

O Programa Nascentes se relaciona com quatro dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU) para a Agenda 2030, como água potável e saneamento, ação contra a mudança global no clima, vida terrestre e, por fim, parcerias e meios de implementação.

“A Enel e o Governo de São Paulo contam com parcerias sólidas e em diversas frentes. As iniciativas de sustentabilidade em andamento e os projetos de inovação na Vila Olímpia demonstram que a companhia trabalha ao lado do poder público para levar desenvolvimento tecnológico e socioeconômico sustentável às suas comunidades”, finaliza o responsável de Infraestrutura e Rede da Enel Distribuição São Paulo, Rosario Zaccaria.

Leia também Engie assina contrato de PPP de iluminação pública com prefeitura de Petrolina (PE)

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Notícias Relacionadas

Faça uma pesquisa​​

Últimas notícias