Comerc ESCO cresce 141% em 2020 e anuncia novo momento da empresa sob a marca Nexway Eficiência

Comerc ESCO cresce 141% em 2020 e anuncia novo momento da empresa sob a marca Nexway Eficiência

A empresa de eficiência energética segue como parte do Grupo Comerc Energia, agora com estrutura independente e mais robusta

Com a prerrogativa de produzir mais utilizando menos recursos, os projetos de eficiência energética vêm se popularizando no Brasil – movimento que se intensificou durante a pandemia, quando a Comerc ESCO, empresa de eficiência energética do Grupo Comerc, viu disparar a demanda por esses projetos.

Com um crescimento de 141% em 2020, a empresa anuncia um novo momento estratégico sob a marca Nexway Eficiência: uma estrutura independente, mais robusta e com foco na expansão da modalidade no Brasil. Até este ano, foram mais de 70 projetos e R$53,5 milhões investidos pela empresa e, nos próximos três anos, a expectativa é investir R$300 milhões.

De acordo com Marcel Haratz, que segue na liderança da empresa, as perspectivas para 2020, que já eram positivas, foram intensificadas pelo cenário econômico.

“Equipamentos desgastados ou de tecnologia ultrapassada consomem muito mais energia do que os modernos. Com projetos de eficiência energética onde 100% do investimento fica conosco e o cliente paga com parte da economia gerada, os substituímos por equipamentos novos e em perfeito funcionamento, resultando em maior produtividade e redução de custos. Em um momento de recessão, esse tipo de solução que reduz custo sem a necessidade de investimento por parte do cliente torna-se estratégica para qualquer negócio”, comenta o CEO da Nexway Eficiência.

A empresa permanecerá como parte do Grupo Comerc Energia, mas com estrutura independente e mais robusta. “Foram cinco anos de muito aprendizado e mais de 70 projetos. Agora, iniciamos uma nova fase, com uma marca forte e que representa a essência da Nexway: eficiência energética como um novo caminho, novas possibilidades. Nosso time já conta com mais de 20 pessoas dedicadas exclusivamente à eficiência energética e, para 2021, a expectativa é crescer ainda mais”, afirma.

Além da economia financeira – com eficiência energética, é possível reduzir até 50% do consumo de energia –, destaca-se o benefício da sustentabilidade. “Eficiência energética é redução de desperdício, seja de recursos, de produtividade ou de energia. Ao reduzir esse desperdício, mitigamos a pegada de carbono dos nossos clientes, contribuindo não só para a sustentabilidade do negócio, mas do meio ambiente”, conta.

Segundo Haratz, graças aos projetos de eficiência energética implementados pela Nexway até 2020, mais de 13.000 toneladas de CO2 deixaram de ser lançadas na atmosfera. “Para ser sustentável de verdade, primeiro, é preciso ser eficiente”, salienta.

No Brasil, o desperdício de energia é uma realidade com grandes impactos econômicos. De acordo com o Governo, é estimado que, se nada for feito para a melhoria da eficiência energética no Brasil, em 2029, poderá haver um desperdício de 30.000GWh ao ano apenas na indústria e no comércio, o que representará mais de 37% da geração de Itaipu em 2019.

Segundo projeções da Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Conservação de Energia (Abesco), com projetos de eficiência energética, a indústria tem potencial de economizar R$4 bilhões por ano; para o varejo, a estimativa é de R$2,4 bilhões – uma alternativa viável e sustentável para auxiliar o País a se recuperar da crise.

Leia também Instituto Federal lança especialização em eficiência energética em edificações

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Notícias Relacionadas

Faça uma pesquisa​​

Últimas notícias